ELETROCARDIOGRAMA

(ECG de repouso, ECG convencional, ECG de 12 derivações)


O exame de eletrocardiograma avalia os sinais elétricos em seu coração. É um procedimento seguro e que não oferece riscos ao paciente. É uma maneira indolor e não invasiva de ajudar a diagnosticar muitos problemas cardíacos comuns em pessoas de todas as idades.


Você pode precisar de um eletrocardiograma se tiver algum dos seguintes sinais e sintomas: Dor no peito, tonturas, palpitações cardíacas, alterações no pulso, falta de ar, fraqueza, fadiga ou um declínio na capacidade de se exercitar.


Se você tem um histórico familiar de doença cardíaca, seu médico pode sugerir um eletrocardiograma como teste de triagem, mesmo se você não tiver sintomas.
 

 

No momento do procedimento:
⦁ Você vai se despir da cintura para cima e deitar em uma mesa ou cama de exame.
⦁ O técnico realizará a limpeza da pele – nos punhos e tornozelos direitos e esquerdos e em seis pontos do tórax – com gaze embebida em álcool. Em seguida são colocados gel condutor (para evitar interferências durante o exame) e os eletrodos nesses locais e procede-se ao registro do eletrocardiograma, com o paciente mantendo-se o mais relaxado possível.

 

Após o procedimento:
A maioria das pessoas pode retomar suas atividades diárias normais após um eletrocardiograma.

Ecocardiograma - Final da Página.jpeg